A Moça e o Mar (Adelino Netto)

Sentada em seu selim de couro com borracha, provavelmente vindo lá dos lados da praça, pedala pela calçada da orla a moça de alma elegante.

Do bar como não vejo a areia, a “miragem moça” se funde com o mar, misturando pernas e sorvete de caramelo com cauda de sereia.

O cheiro de suor perfumado invariavelmente cruza a pista e invade o copo que eu utilizo para aumentar a vista.

Em nosso momento diário, a bicicleta, as pernas da moça e o mar se encontram com a caneta entre meus dedos para uma viagem sem fim.

E eu fico a acreditar que, em segredo, a moça pedala pra mim.

A moça e o mar

Imaginários – Adelino Netto em 22.11.2014

Desenho – Magali Spada

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s